domingo, 9 de janeiro de 2011

Escolhendo Seu Animal de Estimação

Eee! Post de "inauguração"! Estou muito feliz ao começar esse blog, sempre quis compartilhar meu amor e minhas experiências com as pessoas sobre esses seres tão fantásticos que fazem parte de nossas vidas.
Bom, me apresentando: Sou Raquel, veterinária a 6 anos, de Ribeirão Preto - SP.
Meu objetivo principal nesse blog é dar dicas e conselhos como os que eu dou aos proprietários de animais, respondendo as dúvidas mais frequentes em relação ao manejo, educação, cuidados básicos, etc. Nada de consulta online, cada caso é um caso, e diagnóstico não pode ser dado sem exames.
Maas...vamos ao que interessa, né?
O primeiro passo é decidir, qual animal você quer ter? As pessoas geralmente optam por cães, algumas por gatos, e outras por animais exóticos.
Em  primeiro lugar, quero aconselhar a todos, na verdade implorar! NÃO COMPREM ANIMAIS! ADOTEM!
Você não vai amar mais seu cãozinho porque ele tem pedigree, e sim pelo amor que ele é capaz de lhe dar...fora que tem tantos animais na rua precisando de uma casa!
Optando por cães: São animais que interagem muito com os donos. São verdadeiras crianças, amorosos, atenciosos e em geral, dependentes. Dão trabalho, exigem atenção e querem em troca o carinho dado. Pense bem se você tem disponibilidade pra ter um animal que vai exigir tanto de você.
Outra opção são gatos. São bem mais independentes e sabem ser carinhosos, do jeito deles, claro. E não me venham com a história de que são traiçoeiros, interesseiros ou que só gostam da casa. Gatos são extremamente apegados aos donos, mas eles acham que eles que são os donos...algo meio assim. É um excelente animal para apartamento, são silenciosos e limpos (já deu pra perceber que eu sou super puxa saco de gato, né?). Mas, se o seu negócio é aventura, pode optar por animais mais exóticos. Desde cágados, jabotis, peixes, hamsters entre outros roedores, psitacídeos, que são papagaios, calopsitas (sou contra aves em gaiolinhas, a favor de aves soltas em casa ou em viveiros) até répteis digamos...mais emocionantes. Cobras e lagartos, por exemplo. Para as pessoas que se interessam em ter um reptil em casa, devem saber de algo muito importante: os que são permitidos como "pet" são os animais não pertencentes a fauna nacional. Geralmente são as cobras pitton, que são "dóceis" (não sei o quão dócil consegue ser uma cobra) e as iguanas. Macacos não, ok? IBAMA não deixa, e apreendem caso algum vizinho faça denúncia. Bom, não vou me prolongar em animais silvestres, não é minha área e confesso, não sou muito fã de animais...ahm...escorregadios! Mas acho bem legal quem tem, quem faz viveiros legais, com temperatura ideal, alimento ideal...é super trabalhoso recriar o ambiente desses animais, e quem o faz é porque realmente gosta muito.

Bom, não sei vocês, mas eu já escolhi os meus...na verdade, fui escolhida por eles. Dos meus 5 gatos, dois foram achados na rua, um a dona faleceu, então o adotei, uma a dona não quis mais, então ganhei, e a minha xodozinha estava pra adoção em uma clínica em que fiz estágio, ela tinha sido atropelada e graças a Deus uma senhora a resgatou, cuidou dela e disponibilizou-a pra adoção. Meu cachorro foi achado na rua também, perdido e doente, minha mãe trouxe ele para que eu cuidasse, depois que ele sarou, acabou ficando aqui, e a minha paixão, a Hanna, uma labrador (meio vira lata) de 7 anos, foi doada por uma colega da faculdade.
Enfim, essa sou eu, esses são meus animais. São minha vida.
Nos próximos posts, falo mais sobre outros assuntos e de vez em quando não vou resistir e vou acabar falando dos meus animais lindos!
Pra finalizar o post, uma foto da Hanna, minha filha!
Sejam bem vindos!
Hanna manda saudações aos aumigos e miaumigos!

22 comentários:

  1. Rakk! Que legal!
    "Inauguração" coisalindiDeus!!

    Me coloquei como seguidora! Primeiro blog que sigo!! Tá lindo, mesmo!!

    Tenho até perguntinhas sobre o primeiro post, sobre escolha... :)

    Parabéns, querida!!

    ResponderExcluir
  2. Como já disse, fiquei muito honradada por vc seguir meu blog, e fique a vontade pra fazer bastante pergunta!
    beiiijos Chrys!

    ResponderExcluir
  3. Eu que fiquei honrada por você ter ficado honrada!... Hehe...

    Antes de perguntar, vou dar uma explicação...
    Como ativista do Greenpeace, concordo com você que, assim como muitas pessoas, recomenda, pede e até acha mais lógico adotar os bichinhos do que comprá-los. Assim como crianças... O mundo tá tão conturbado e tem gente colocando mais gente no mundo! Mais lógico adotar!

    Mas eu não tenho moral pra pedir isso... Já que não teria nobreza de espírito suficiente pra adotar uma criança... Pra mim, seria complicado... (tomara que eu mude...)
    E... Sou cismadíssima com a raça Sagrado da Birmânia, "o príncipe dos gatos", por sua beleza, seu comportamento quase canino e independência felina. Mas ninguém doa essa raça caríssima... Se resolvesse ter, teria mesmo que comprar...

    Perguntinhas:
    Essa raça é muito apegada ao dono. Já que não confio em hotéizinhos (acho até meio maldade... não sei porquê) e não seria possível levar a alguns lugares, como fazer ao sair ou viajar?
    Agora que moro em casa, como fazer pra que ele não se aventure fora? Castrar só não basta, basta?

    Grata!
    Beijos!!! =]****

    ResponderExcluir
  4. Pois é Chrys, concordo em relação as crianças,mas não tenho a menor estrutura pra ser mãe...pelo menos não agora. Nem de filho meu nem adotado. Mas sou super a favor de adotar do que vender a casa pra fazer tratamentos e fertilizaçao in vitro. Coisa mais sem sentido!
    Com isso, a genética da baixa fertilidade vai só passando de pai pra filho, e a tx de fertilidade humana só vai despencar. O que por um lado é bom, né! Veja a sabedoria dos animais, sempre escolhem os machos mais saudáveis, e possivelmente, mais férteis.

    Eu tb sou apaixonada por sagrado da birmânia (acho que já falamos disso na CC) e por ragdoll...adoraria ter um exemplar da raça ou mesmo criar uma das 2...mas ae fugiria dos meus principios de ativista da adoção e tal. Você pode dar uma pesquisada no comportamento da raça, tem umas que sao mais ativas e "rueiras", outras que nao saem de jeito nenhum. Tenho 5 gatos, 2 machos e 3 fêmeas, e só 1 macho tenta fugir. adaptamos a nossa casa com telas, cerca elétrica, e vigiamos quando vamos abrir o portão. Mas todos os meus sao vira latas no talo, entao tem mais instinto fugitivo. Esses de raça geralmente sao caseiros, pq faz parte do aprimoramento da raça que eles sejam assim. A castração ajuda demais, pq os machos perdem o interesse em procurar as femeas,e vice-versa. Tenho gatas que raramente vao ao quintal, de tão tranquilas.
    Estou pensando em fazer alguns posts específicos de algumas raças de cães e gatos, mas por outro lado eu quero que adotem os de rua...Confusa, confusa...
    Beijinhos ^^

    ResponderExcluir
  5. Sabe que não tinha pensado nisso? Da baixa fertilidade ir passando... Ou então, gente com dificuldade, mesmo, ou de mais idade que quer muito ter filhos seus... Ou não conseguiria adotar... Eu acho lindo, mas não conseguiria... Apesar de que, já penseialgumas vezes... Mas só em tragédias... Vi um negrinho todo perdido no Haiti... Fui muito com a cara dele! Era lindo! De feições finas! E tava tão assustado, tadinho... Pensei, mas não fiz... Não sei fazer isso! Ainda mais com alguém tão traumatizado! Teria que contratar um psicólogo pra morar aqui... Tomara que tenham adotado...

    Agora que você mencionou, também acho que já conversamos sobre ele... O Ragdoll é lindo, também, mas o que me atrai no Birmanês, é o temperamento que contam que tem. Já pesquisei o comportamento dele e todo o resto! Heahuheuha Eles são tranqüilos, mas uma garantia é sempre bem vinda... :)
    Grata pela resposta! :)

    Xi... Entendo sua confusão... Mas se fizer, vai saber como! :)

    Ah! Ficou melhor " Au Au! Miau Miau!" :P

    ResponderExcluir
  6. É...tava pesquisando preços de gatos de raça aqui, somando o ragdoll que eu quero e o maine coon que o du quer, gastaríamos perto de 6.000 pra compra-los...amigo não tem preço, prefiro viajar, e quando aparecer um gatinho perdido no meu caminho, sei que vai ser o gato que "me escolheu"...acredito nessas coisas de destino as vezes, assim como pessoas entram de forma inesperada nas nossas vidas, os animais também.
    Vou esperar meu presente do destino =]

    ResponderExcluir
  7. Ah, e eu faço posts nos comentários, mas esqueci de responder sobre a pergunta da Chrys relacionada a levar o gatinho aos lugares...eu sou super a favor, desde que o acostume desde filhote. Meu gato mais velho, o Lupy, já viajou a vários lugares com a gente, de carro...super tranquilo!
    Quanto a hotéis, tem que conhecer bem o local antes, e dependendo do temperamento do bicho, dá pra ficar numa boa. Mas a maioria fica entediado e preso, sentindo falta do dono. Prefiro tentar deixar com algum parente ou amigo de confiança. Agora não posso mais levar, tenho 5 gatos e 2 cães, então em casa nunca viajamos ao mesmo tempo. sempre fica um pra cuidar deles. mas compensa, faríamos qualquer coisa pelo bem estar deles! ;)))

    ResponderExcluir
  8. E o Maine Coon é um gato gigante!!

    Bom... "Presente do destino", só se for vira-lata, mesmo... Ninguém doa ou vacila com gato de raça... E uma das razões mais fortes é, exatamente, o preço... A não ser que não saiba. Tem umas duas ou três moças na comunidade do Birmanês no Orkut que ganharam! Quem deu, não sabia!! Elas desconfiaram ou alguém desconfiou por elas, e pediram opinião lá. Foi sorte...

    Agora entendi porque acho até meio maldade deixar em hotéizinhos... Solidão... E lembrei que soube de cachorros que voltavam avariados, porque tinham apanhado dos outros e/ou com bichos, como carrapatos, pulgas...

    ResponderExcluir
  9. O Putz, da CC, dizia que a namorada dele tinha ganho um Ragdoll e estava vendendo filhotes. Desconfiei, afinal muitos gatos podem ter o padrão de pelagem do birmanes ou do ragdoll,e nao ser dessas raças. Se eles me dessem, eu aceitaria, mas comprar, já é pedir demais. Sorte dessas pessoas aí que ganharam...mas tem que ver se é da raça mesmo, como disse, tem uns vira-latas bem parecidos.

    pois é, nuns hotéis que conheço aqui na minha cidade, exigem a carteira de vacinação completa e coleira anti-carrapato. mas assim mesmo, nao é garantido que nao pegue nenhuma doença. acho que só serve pra casos emergenciais mesmo, até pq sai caro!

    ResponderExcluir
  10. Anhé?! Pois, pra mim, ele disse que eram Birmaneses!!! O.O
    Caramba!! Sem comentários…

    ResponderExcluir
  11. Ah, pode ser que tenha sido birmaneses mas eu esteja confundindo (memória volátil), mas nao boto fé do mesmo jeito, devia ser algum vira-lata bonito...minha gata parece um maine coon..anão. vendo o maine coon da propaganda da purina, todo mundo diz que é idêntico a ela, mas na foto nao dá pra notar como eles são enormes. tenho uma gata que parece ragdoll tb, só não é peludinha igual. as vezes as pessoas tem sorte e acabam encontrando uns vira-latas parecidos com gatos de raça...principalmente pq as raças são pouco conhecidas e difundidas no brasil, ai fica mais difícil todo mundo conhecer o padrão certinho.

    ResponderExcluir
  12. Há dois anos, eu ia comprar um lhasa apso para comemorar meu aniversario, tinha até separado o filhote, mas no final algo me fez desistir da compra. Ano passado, no sitio da minha familia, uma cadela apareceu por lá e deu cria a 8 filhotes liindo ( ela deve ter cruzado com algum pastor alemão duma fazenda. Fui visitar e me apaixonei pela Lola e depois de desmamar trouxe ela pra casa. Ela é uma das inhas preciosidades, não há nada que me deixa mais feliz do que ver ela. E TENHO ORGULHO DE DIZER QUE MINHA CACHORRA É UMA VIRA-LATINHA LINDA *-*

    ResponderExcluir
  13. ahhh que fofo! vc fez um lindo ato adotando ^^
    e que bom que seu animal é tão especial pra vc!
    beijos!!

    ResponderExcluir
  14. Porque adotar e não comprar?

    Em que os animais que estão na rua são melhores que os à venda?

    Será que os à venda não merecem uma chance de serem felizes?

    Você acha o que? Que os animais com pedigree não amam?!

    Reveja seus conceito, pense melhor!

    Acredito que todos os animais merecem uma chance de serem felizes.. Independente de serem vila-latas ou terem pedrigree.

    ResponderExcluir
  15. Não disse em momento algum que animais comprados não são bons ou que são incapazes de amar. não sou contra a venda de animais.
    apenas pense VOCÊ e reveja seus conceitos VOCÊ: que animal tem mais chance de ser feliz, o lindinho peludinho do pet shop ou o vira-lata atropelado/maltratado e judiado da rua?
    qualquer animal é querido, mas um de rua PRECISA de um lar ou de cuidados...e é muito mais difícil ele ter isso que o cachorrinho de raça.
    os animais de rua não são melhores nem mais bonitos...SÃO MAIS NECESSITADOS.
    e mais uma vez: PENSE MELHOR VOCÊ.

    ResponderExcluir
  16. Esse anônimo conseguiu ser muito cretino!

    ResponderExcluir
  17. Nossa, Jack, o que me matou foi esse "pense melhor, reveja seus conceitos" como se eu fosse uma ignorante que não sei o que to dizendo e ela fosse super esperta. Raiiiiva!

    ResponderExcluir
  18. Oi Raquel tudo bem? parabéns pelo blog, muito bacana!!! Estou seguindo, rsrs... !!!
    BJS!!!
    Luana

    ResponderExcluir
  19. Oie, que bom que gostou do blog e que está seguindo!! beijão pra vc e pra familia toda =)))

    ResponderExcluir
  20. bom... o problema em adotar é que vc nunca sabe que tamanho que o bichinho vai ficar... ai fica complicado ainda mais no meu caso que crio os meus dentro de casa e não no quintal, não tenho a casa grande... primeiro comprei uma poodle (Joy).. depois de alguns anos comprei um Fox Paulistinha preto (Gino) que na verdade é misturado, Fox com Rotweiller... e é a coisinha mais linda do mundooooooooooooooo...hoje ele tem 3 anos e crusou com a Joy... hehe.. deu uma mistureba danada... 8 filhotinhos!!... nasceu bichinhos de todas as cores, pena que só 4 sobreviveram... consegui um lar pra cada um deles e fiquei com uma, a Valentina. todos eles são de porte médio, lindos lindos lindos meus cãezinhos!

    ResponderExcluir
  21. Com alguns meses dá pra ter uma noção (não exata) se vai ficar um cachorro grande.
    Mas que mistureba ae na sua casa hein?
    Todos vira-latas com muito orgulho!
    (ps: não consigo imaginar um rott com fox! hahaha)
    beijos!

    ResponderExcluir
  22. Pior é imaginar o resultado da cruza dum Fox com Rotweiller com Poodle… Mais difícil ainda… o.O

    ResponderExcluir

Au Au! Miau Miau!